Entrevista de Ratinho com Lula faz emissora amargar na audiência

Hoje em Dia é um dos programas exibidos pela Record nas manhãs, diariamente (Créditos: Divulgação)

Na quarta-feira (14/09), a Record levou a melhor sobre o SBT e consolidou o segundo lugar isolado nas faixas da tarde, da noite e do dia.

+ Fernanda Gentil demitida da Globo, Angélica aos domingos no SBT e fim do Encontro: O que pode acontecer na TV

Das 7h à meia-noite, marcou, em São Paulo, média de 5,4 pontos e share de 11,8%. O canal de Silvio Santos ficou com média de 4,2 pontos e o terceiro lugar no ranking. Na região do Rio de Janeiro, a Record registrou 5,5 pontos de média e share de 11,7%. Enquanto o SBT fechou com média de 3,4 pontos, também em 3º.

O reality show A Fazenda 14 tem ajudado a turbinar os índices de audiência da emissora (Créditos: Reprodução/Record)

O reality show A Fazenda 14 tem ajudado a turbinar os índices de audiência da emissora (Créditos: Reprodução/Record)

Assim, na faixa da tarde, do meio-dia às 18h, a Record garantiu o segundo lugar absoluto em São Paulo, com média de 5,8 pontos e share de 12,9% contra 3,6 pontos do SBT. Na cidade maravilhosa, a emissora de Edir Macedo atingiu 6,1 pontos e share de 13% ante 3,7 pontos.

+ Globo samba na cara dos haters e prova sucesso com audiência: “Super Manhãs”

Por fim, no horário nobre, das 18h à meia-noite, a emissora dos bispos também consolidou o segundo lugar isolado. Em SP, a média foi de 6,9 pontos e o share, de 11%. O SBT ficou com média de 5,7 pontos. No Rio de Janeiro, registrou média de 7,1 pontos e share de 11,1%, contra 3,8 pontos da concorrente.

Enquanto Record engole o SBT no ibope, Sonia Abrão detona mudanças no remake de Pantanal:

“Eu acho que não faz sentido tirarem a cena de castração de Alcides de Pantanal, trocando por um estupro! Isso sim é mutilar uma novela-fenômeno!”, disparou Sonia Abrão, que vem comentando os acontecimentos do remake no seu programa diário.

“Eu acho que o autor BENEDITO RUY BARBOSA não deveria permitir uma coisa dessas! Trindade não pode ficar com Irma no final, como o público pediu, pq tem que ser fiel à trama original dos anos 90, em que isso não aconteceu, mas pode cortar a cena icônica da castração, que é comentada há 30 anos?”, acrescentou.

“O adaptador BRUNO LUPERI perdeu o juízo!!! Só pode!!!”, concluiu Sonia Abrão, que não poupou nem o autor do folhetim da Globo.



VER MATÉRIA ORIGINAL

Leia Mais

Relacionadas