EMPREGO: (INSS) quer preencher 7,5 mil vagas em todo PAÍS; Confira

 

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) deve anunciar, em breve, o concurso para preencher mais de sete mil vagas. Com a realização do certame, será possível reduzir os gastos com militares e aposentados que foram contratadas para trabalhar por falta de servidores.

O edital não foi lançado até o momento porque o Ministério da Economia ainda precisa emitir a autorização do concurso. O presidente do INSS, Leonardo Rolim, em entrevista ao Correio Braziliense, informou que os custos anuais com salários de militares e aposentados são de R$ 96 milhões. Ainda de acordo com ele, existe uma escassez na área de análise dos processos dos segurados.

“O concurso é fundamental. Mas demora um pouco, tem custo e é preciso aprovação na LOA. Enquanto isso, a expectativa de aposentadorias subiu, por isso precisamos da contratação de temporários”, explicou.

Vagas no concurso INSS

A nota técnica de nº 15/2021, que foi publicada pelo INSS em junho deste ano, informou que o concurso público tem previsão de abrir 7.575 vagas para os cargos de Técnico (6.004) e Analista (1.571). A carga horária para ambas as funções será provavelmente de 40 horas.

Os servidores aprovados também terão gratificações que serão acrescidas, são elas:

  • Auxílio-alimentação;
  • Plano de saúde;
  • Auxílio natalino.

O edital do concurso pode ser publicado neste ano de 2021, mas ainda não existem confirmações. Por sua vez, as provas devem ser realizadas até abril de 2022, já que é ano eleitoral e existe um prazo para realização de concursos. O INSS terá a responsabilidade de publicar o edital e contratar da empresa que realizará o certame.

Veja as disciplinas que foram cobradas no último concurso INSS:

  • Raciocínio Lógico;
  • Língua Portuguesa;
  • Regime Jurídico Único;
  • Conhecimentos Específicos;
  • Noções de Direito Constitucional;
  • Noções de Direito Administrativo;
  • Noções de Informática;
  • Ética no Serviço Público.

 

 

LEIA MAIS:  Nubank oferece empréstimo que pode ser pago em até 2 anos; Saiba mais

Leia Mais

Relacionadas