Covid: cientistas descobrem ‘superanticorpo’ que pode combater variantes

Um artigo publicado na revista científica Nature indicou a descoberta de um anticorpo que pode combater variantes da covid-19 e outros tipos de coronavírus. Essa supermolécula do corpo humano foi identificada em amostras sanguíneas de pessoas infectadas pela covid.

O ponto de partida da equipe liderada por Tyler Starr, bioquímico do Centro de Pesquisa do Câncer Fred Hutchinson (EUA), foi descobrir uma forma de conter a evolução das variantes, que carregam mutações no DNA e se tornam mais resistentes aos anticorpos produzidos pelo próprio organismo e pelas vacinas.

Foram examinados 12 anticorpos e um deles, o S2H97, se destacou pela aderência aos domínios de ligação – células de defesa que se prendem ao vírus – de todos os patógenos testados. Segundo os cientistas, o superanticorpo age em uma área do coronavírus que só fica exposta no momento da infecção, durante o processo de conexão com as células humanas. Apesar da falta de dados, os cientistas acreditam que o S2H97 pode ser usado na produção de vacinas como um aliado no combate ao coronavírus.

Ela também foi eficaz contra uma série de variantes da covid-19 em testes feitos com ratos.

O estudo pode ser acessado na íntegra clicando aqui.

 

LEIA MAIS:  Dieta anti-inflamatória: Confira 13 alimentos essenciais para a sua saúde

Leia Mais

Relacionadas