Ciclone extratropical torna-se tempestade subtropical e ganha nome

Foto: Inmet

A Marinha do Brasil e o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiram nota informando que na noite desta segunda-feira (16) poderá ocorrer a formação de ciclone subtropical na costa do Rio Grande do Sul. A evolução desse sistema ao longo da terça-feira (17) o classifica como tempestade subtropical Yakecan, com rajadas de vento que podem superar 100 km/h. O termo Yakecan significa “o som do céu”, em tupi-guarani.

Até o fim da semana, o sistema se deslocará ao litoral da região Sudeste, perdendo força.

O sistema poderá provocar ventos intensos nas proximidades do litoral do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina, ao sul de Laguna, podendo atingir 110 km/h, até o dia 19 de maio. Também poderá atingir 80 km/h no litoral de Santa Catarina, ao norte de Laguna, e do Rio de Janeiro, ao sul de Arraial do Cabo, entre a noite do dia 16 e a manhã do dia 19.

As ondas podem atingir de 3 a 6 metros em alto-mar, no litoral gaúcho e catarinense, e de até 5 metros, no Rio de Janeiro. Além disso, também há condições favoráveis para a ocorrência de ressaca nessas localidades.

LEIA MATÉRIA ORIGINAL

Leia Mais

Relacionadas