Auxilio emergencial: Pagamentos retroativos para pais solteiros já foram depositados

Os pais solteiros ou chefes de família que criam os filhos sozinhos, sem cônjuge, companheira ou companheiro receberam do governo uma cota complementar do Auxílio Emergencial.

O auxílio emergencial foi pago em dobro (R$ 1.200) para mulheres solteiras chefes de família no início da pandemia de covid-19, porém o pagamento em dobro para os pais solteiros foi vetado pelo presidente Jair Bolsonaro.

Em 1º de julho do ano passado, o Congresso Nacional, em sessão conjunta, derrubou o veto. Somente no fim de 2021, o governo manifestou-se sobre a questão e editou uma MP com a ampliação do benefício.

Ao editar a medida provisória o Palácio do Planalto informou “Com a edição da MP, o Estado Brasileiro reitera seus esforços para garantir a oferta regular de serviços e programas voltados à população em geral, principalmente àquela mais vulneráveis, franqueando aos órgãos e agentes públicos o acesso a instrumentos capazes de mitigar os efeitos danosos da pandemia sobre a sociedade brasileira”.

Então agora o governo liberou R$ 4,1 bilhões para o pagamento retroativo da parcela extra devida aos pais solteiros chefes de família.

Pagamentos e valores

823,4 mil pais solteiros chefes de família receberam ontem dia 13, relacionados as cinco primeiras parcelas do pagamento do auxílio emergencial, as quatro parcelas de extensão do auxílio emergencial de R$ 300, pagas de setembro a dezembro de 2020, e as sete parcelas pagas em 2021 não terão pagamentos retroativo

Os valores da parcela única variam entre R$ 600 a R$ 3.000, os pagamentos foram creditados em conta digital, que pode ser movimentada pelo aplicativo Caixa Tem.

Segundo Guimarães “São R$ 600 se for 1 mês e R$ 3.000 se forem 5 meses. Será em 1 vez só para 823,4 mil beneficiários que já receberam hoje o pagamento”, afirmou

Auxilio Brasil

Os pagamentos do Auxilio Brasil vão começar no dia 18 de janeiro, confira o calendário:

  • NIS dígito final 1 – 18 de janeiro de 2022
  • NIS dígito final 2 – 19 de janeiro de 2022
  • NIS dígito final 3 – 20 de janeiro de 2022
  • NIS dígito final 4 – 21 de janeiro de 2022
  • NIS dígito final 5 – 24 de janeiro de 2022
  • NIS dígito final 6 – 25 de janeiro de 2022
  • NIS dígito final 7 – 26 de janeiro de 2022
  • NIS dígito final 8 – 27 de janeiro de 2022
  • NIS dígito final 9 – 28 de janeiro de 2022
  • NIS dígito final 0 – 31 de janeiro de 2022

Leia Mais

Relacionadas