Sem citar nomes, FHC pede voto em quem ‘tem compromisso com o combate à pobreza e à desigualdade’

Ex-presidente sugere que o eleitorado escolha ‘quem apoia a diversidade, o meio ambiente e a ciência’, pautas caras a Lula; PSDB divulgou nota ressaltando apoio a Simone Tebet

Fundação FHC/DivulgaçãoFernando Henrique Cardoso foi presidente entre 1995 e 2003

Em nota divulgada nesta quinta-feira, 22, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) fez um apelo para que eleitores votem em favor da democracia. Sem citar diretamente nenhum candidato, o político defende pautas do projeto político de Lula, incentivando que o eleitorado faça o mesmo. “Peço aos eleitores que votem no dia 2 de outubro em quem tem compromisso com o combate à pobreza e à desigualdade, defende direitos iguais para todos independentemente da raça, gênero e orientação sexual, se orgulha da diversidade cultural da nação brasileira, valoriza a educação e a ciência e está empenhado na preservação de nosso patrimônio ambiental, no fortalecimento das instituições que asseguram nossas liberdades e no restabelecimento do papel histórico do Brasil no cenário internacional.” O posicionamento de Bolsonaro em temas como diversidade, ciência e meio ambiente tem sido criticado por progressistas. FHC já vinha sendo sondado pela equipe do petista para se posicionar em favor de sua eleição antes do primeiro turno, mas a aliança do PSDB com a chapa de Simone Tebet (MDB) tornou difícil um apoio direto. O partido, aliás, se mostrou incomodado com a manifestação de um de seus principais quadros. “O PSDB tem candidata e vai lutar até o final para elegê-la: Simone Tebet, e a nossa senadora Mara Gabrilli. Representam o melhor caminho para o Brasil. Primeiro turno é para votar no melhor. Útil é votar em quem a gente confia”, diz nota divulgada pelos tucanos nas redes sociais.



LEIA MATÉRIA ORIGINAL

Leia Mais

Relacionadas