Processo disciplinar contra 11 ex-integrantes da Lava Jato é aberto

O Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) decidiu, nesta terça-feira (19), instaurar um processo disciplinar contra 11 ex-integrantes da operação “Lava Jato” no Rio de Janeiro.

O processo foi movido pelos ex-ministros Romero Jucá e Edison Lobão.

Ambos acusam os procuradores de divulgarem informações sigilosas por meio da assessoria de imprensa do Ministério Público Federal (MPF).

Em setembro, o corregedor-nacional do Ministério Público, Rinaldo Reis, recomendou a abertura de processo administrativo disciplinar (PAD) contra os 11 procuradores.

Como punição, o corregedor sugeriu a demissão dos membros do MP por “promoverem revelação de assunto de caráter sigiloso que conheciam em razão das funções desempenhadas”.

LEIA MATÉRIA ORIGINAL

Leia Mais

Relacionadas