Moraes pede informações sobre vídeo em que Roberto Jefferson reza contra ele

Na gravação, presidente do PTB segura uma bíblia e diz que está ‘orando em desfavor de Xandão’; ministro disse que houve desrespeito às medidas restritivas

Mário Agra/PTB NacionalRoberto Jefferson está preso em Bangu

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), cobrou nesta segunda-feira, 18, informações da Secretaria de Estado de Administração Penitenciária do Rio de Janeiro e do Hospital Samaritano Barra sobre um vídeo em que o presidente do PTB, Roberto Jefferson, aparece orando contra ele. Na gravação, o político segura uma bíblia e diz que está “orando em desfavor de Xandão”. No despacho, Moraes afirmou que o presidente do PTB desrespeitou as medidas restritivas e pediu que a secretaria e o hospital prestem esclarecimentos sobre “as circunstâncias da gravação e divulgação do vídeo” em até 24 horas. Roberto Jefferson está preso desde 13 de agosto por ameaças e ataques a ministros do STF. Por autorização de Moraes, ele foi transferido para o Hospital Samaritano Barra, onde foi submetido a um cateterismo. Na semana passada, o ex-deputado voltou para o presídio.



LEIA MATÉRIA ORIGINAL

Leia Mais

Relacionadas