Giovanni é dado como suspeito de explodir apartamento de Camila; jovem será intimado


Giovanni presta depoimento na delegacia (Foto: Reprodução)

Como se já não bastasse ter sido acusado de colocar fogo no Grand Bazzar para tentar se vingar de Camila (Agatha Moreira) ainda no passado, Giovanni (Jayme Matarazzo) acabará sendo responsabilizado por explodir o apartamento da fotógrafa a fim de matá-la e, com isso, será intimado na delegacia nos próximos capítulos de Haja Coração.

Tudo acontecerá quando Leozinho (Gabriel Godoy) armar um plano contra Agilson (Marcelo Médici). Nisso, ele, então, mandará uma bomba para a residência da desmemoriada, que conseguirá se livrar da morte, com o objetivo de dar um susto na família dele.

Veja também: resumo dos próximos capítulos de Haja Coração

Porém, todos vão suspeitar de que o atentado foi praticado pelo filho de Francesca (Marisa Orth). “Deve ser um engano, mãe. Eu não fiz nada de errado”, falará ele, que será levado por um policial até um distrito de polícia para que ele dê sua versão. “Você não precisa fazer nada errado. Os Abdala fazem por você”, rebaterá a mãe de Tancinha (Mariana Ximenes).

Já no local, o personagem de Jayme Matarazzo avistará Camila e Enéas (Johnnas Oliva) deixando a sala do delegado e se mostrará indignado: “Eu sabia, só podia ser coisa dessa quadrilha”, sentenciará Francesca. “Olha ele aí. Esse desgraçado tentou te matar. Por sua causa, a Camila quase morreu”, acusará o personagem de Johnnas Oliva, o qual agarrará o ex-presidiário e tentará agredi-lo.

“Me larga, eu não sei do que você tá falando”, rebaterá o jovem. “Só podia ser armação dessa família de urubus. Sua bruxa desumana. Você não cansa, menina? Meu filho já passou dois anos, inocente, numa cadeia por causa de uma armação sua”, reclamará a mãe de Shirlei (Sabrina Petraglia), culpando a filha de Lucrécia (Cláudia Jimenez) pelo ocorrido.

Veja também: Tancinha e Beto brigam feio e mocinha cancela casamento

Em seguida, Enéas afirmará que a amada é inocente e Giovanni o verdadeiro culpado. “Não inventou nada. Teu filho, bandido, levou explosivo na casa dela que nem ele fez no Grand Bazzar”, responderá o amigo de Bruna (Fernanda Vasconcellos). “Explosivo? Ficou louco?”, se assustará Giovanni.

Minutos depois, mãe e filho entrarão na sala da autoridade. Lá, os dois verão imagens do crime. “Que absurdo. Mas nunca que meu Giovanni ia ser capaz de fazer um negócio desse”, defenderá a personagem de Marisa Orth. “Seu filho já foi condenado por explodir os depósitos do Grand Bazzar, já tem antecedentes. E a vítima é justamente a moça que testemunhou contra ele”, retrucará o agente da lei.

Na sequência, Giovanni e Francesca continuarão negando todas as acusações: “Eu jamais machucaria a Camila. Não fiz nada. Não fiz nada da outra vez e não fiz nada agora”, disparará ele, no capítulo previsto para ir ao ar na próxima quarta-feira (09), na edição especial da sua novela das sete.



LEIA MATÉRIA ORIGINAL

Leia Mais

Relacionadas