Deputado pede desculpas após chamar arcebispo e papa de vagabundos

O deputado estadual Frederico d’Avila (PSL), de São Paulo, pediu desculpas, nesta segunda-feira (18), após ter chamado o Papa Francisco e o arcebispo de Aparecida, dom Orlando Brandes, de “pedófilos”, “vagabundos” e “safados‘”.

Não poderia deixar de começar esta carta pedindo desculpas pelo excesso cometido quando do meu pronunciamento na tribuna no dia 14 de outubro, inflamado por problemas havidos nos dias anteriores“, disse d’Avila em uma carta aberta.

Meu pronunciamento, que admito ter sido inapropriado e exagerado pelo calor do momento, se deu em resposta a alguns líderes religiosos que ultrapassam os limites da propagação da fé e da espiritualidade para fazer proselitismo político. Reitero que desculpo-me pelas palavras e exagero“, afirma d’Avila.

LEIA MATÉRIA ORIGINAL

Leia Mais

Relacionadas