Aziz e Randolfe propõem criar grupo permanente no Senado para fiscalizar combate à pandemia

Texto sugere que um colegiado acompanhe os desdobramentos da CPI da Covid-19, além de receber denúncias de irregularidades

Jefferson Rudy/Agência SenadoOmar Aziz e Randolfe Rodrigues presidem a CPI da Covid-19

Os senadores Omar Aziz (PSD-AM) e Randolfe Rodrigues (Rede-AP), presidente e vice da CPI da Covid-19, propuseram nesta quarta-feira, 13, a criação da “Frente Parlamentar Observatório da Pandemia de Covid-19” no Senado, um grupo permanente  para fiscalizar o combate ao coronavírus. O texto sugere que um colegiado fiscalize e acompanhe os “desdobramentos jurídicos, legislativos e sociais” da CPI, além de receber novas denúncias sobre irregularidades e erros durante a crise sanitária. “Com o fim dos trabalhos da CPI da Covid-19, tornou-se imperativa a constituição de um grupo parlamentar para acompanhar e fiscalizar os desdobramentos das investigações e a responsabilização efetiva de todos aqueles que contribuíram para o agravamento da maior crise sanitária e social da nossa história”, dizem os senadores na justificativa do projeto. Aziz e Randolfe afirmam ainda que a CPI cumpriu um “papel importantíssimo na prevenção de uma tragédia ainda maior ao identificar os erros e omissões cometidos e pressionar para que o Poder Executivo corrigisse as estratégias adotadas.” O texto precisa ser aprovado pelo Senado para que a Frente Parlamentar seja instaurada.

 



LEIA MATÉRIA ORIGINAL

Leia Mais

Relacionadas