HISTÓRICO! Rebeca Andrade faz história e fatura medalha na ginástica feminina em Tóquio

A brasileira Rebeca Andrade comemorou a histórica medalha de prata nos Jogos Olímpicos de Tóquio, na manhã desta quinta-feira, na ginástica feminina.

Ao som de ‘Baile de Favela’ na apresentação solo, a brasileira Rebeca Andrade arrancou aplausos na apresentação solo.

Apesar disso, ela ainda pisou fora duas vezes, o que lhe tirou pontos e o que poderia até ter dado o ouro.

De qualquer forma, foi uma conquista histórica para a brasileira, na primeira medalha da história do Brasil na modalidade em uma Olimpíada.

Agora, Rebeca Andrade ainda vai competir no salto e no solo, onde vai disputar mais duas medalhas individuais para o Brasil nos Jogos Olímpicos.

O outro ficou com a norte-americana Sunisa Lee, enquanto Angelina Melnikova, do Comitê Olímpico Russo, ficou com a medalha de bronze.

Em termos de pontuação, a medalhista de ouro ficou com 43,733, enquanto a brasileira fez 43.632.

Em seguida, a representante russa fez 43,566 pontos.

Depois, foi só comemorar e curtir o momento histórico.

No caminho da prata, a brasileira contou com a ajuda do VAR (árbitro de vídeo), que revisou sua nota na apresentação da trave.

Assim, o pedido foi aceito e a nota foi aumentada, o que ajudou também na somatória geral da pontuação.

Agora, o Brasil já tem sete medalhas conquistadas até agora nos Jogos Olímpicos de Tóquio.

Até agora, são um ouro, três pratas e três bronzes.

Assim, ainda existe a perspectiva de conseguir superar a marca dos Jogos do Rio-2016, quando o Brasil levou 19 medalhas.

Por enquanto, o único ouro foi no surfe, com Ítalo Ferreira, na modalidade inédita nas olimpíadas

Depois, Kelvin Hoefler e Rayssa Leal faturaram as duas pratas do skate, outra modalidade inédita nas Olimpíadas.

Com isso, as três medalhas de bronze foram conquistadas com Fernando Scheffer, na natação, e ainda Mayra Aguiar e Daniel Cargnin, ambos no judô.

Leia Mais

Relacionadas